Artigos Sem categoria

Então é Natal

Quando Moisés nasceu e foi deixado por sua mãe em um cesto nas águas do rio Nilo para que por ele fosse salvo da ira do rei Egípcio Faraó, já tinha o seu destino traçado por Deus de levar a justiça, e leis disciplinares a um povo primitivo, violento e indisciplinado. E precisou atribuir-lhes origem divina para se fazer respeitar, e usar a autoridade de um Deus, que para a época, precisava ser um Deus terrível, que castigava. A linguagem do “dente por dente e olho por olho” era a linguagem possível dada ao grau de ignorância dos homens daquela época.

Quando Jesus Cristo veio à Terra, trouxe a missão de integrar e desenvolver a lei de Deus e trazer o seu verdadeiro sentido. Trouxe como missão maior a disciplina do Amor já que a evolução dos homens já permitia esse nível de compreensão. Disciplina traz o som de si ser pleno, como bem disse o empreendedor Oswaldo de Oliveira.

Uma das frases de Jesus que nos convida a uma profunda reflexão é “O céu e a terra não passarão antes que tudo seja cumprido até um único jota”.  O que será que está por traz dessa metáfora? No meu entendimento é que a lei é para todos e todos precisamos cumprir. E a maior lei é o amor. Quando o amor estiver acima de todas as coisas, quando todos estiverem plenos de amor, quando ele estiver movendo as relações entre os homens e todos puderem viver com dignidade, estaremos libertos. Caso contrário, todos permaneceremos à espera de que tudo se cumpra. E isso é um atraso para a humanidade.

Então é Natal, para que pelo menos uma vez ao ano cada um de nós seja lembrado que estamos aqui para nos amarmos. Primeiro a si, com altruísmo e depois ao próximo. E o próximo pode ser a sua sombra. Aquele que você não suporta conviver ou conversar porque ele é o seu espelho. Pode não ser você por inteiro e com certeza a parte sua que você tem dificuldade de enxergar.  Lembrar do próximo uma vez ao ano é um exercício viável e o nosso grande desafio, me incluindo nele é lógico, é fazer isso todos os dias. De manhã, de tarde e de noite!

Portanto, ame-se. Viva feliz, sem entregar a sua felicidade à ninguém porque senão vai responsabilizar o outro e esquecer-se de se responsabilizar por você. Ame-se ao ponto de fazer ao próximo o que faria por você. Principalmente o próximo que está  distante. Que esteja aprisionado nas drogas, no roubo, em todas as situações desafiantes que se encontrar, porque só estaremos libertos e felizes quando todos estiverem.  Amar ao próximo que está perto de você e que é o seu amigo….ahhh isso é fácil! O nosso desafio é viver o Natal com todos e todos os dias.

Quando conseguirmos cumprir a lei do amor juntos e misturados, então será de fato Natal. Enquanto estivermos enlouquecidos a fim de comprar presentes para suprir as nossas faltas, deixar de olhar no nosso espelho para enxergar as nossas carências, seremos convidados a repetir no próximo ano aquilo que deixamos de aprender no anterior. E com um detalhe, a professora Vida vem com mais firmeza, porem mantendo um amor, disciplinar para ver se assim aprendemos que  somos UM.

Então, é Natal! E ainda que ganhe todos os presentes, vista as melhores roupas, compre os melhores carros, frequente os melhores lugares, se não houver amor nada disso terá valor.

Artigo publicado e republicado no jornal Diário de Ilhéus em 15/12/2017 e 20/12/2019.

2 comentários

Deixe uma resposta para eulinaterapeuta Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: